quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Desejos Proibidos parte 2 by Elisa


Aquela reuniao da oriflame foi sufocante .. O tempo não passava, falavam para mim mas eu não ouvia ninguém.. O meu corpo estava presente mas o meu espírito andava a deambular por outras paragens..
Como tinha o telemóvel no silencio, estava constantemente a olhar para ele, a espera de uma mensagem, um telefonema.. Qualquer coisa.. Mas nada..
A reunião acabou , e antes de regressar a loja, dei uma volta pelo shopping , a fazer que via algumas montras sempre com o telemóvel na mão, não fosse ele vibrar e eu não dar conta.. Mas nada.. Ainda faltava meia hora para a minha empregada sair e eu decidi ir directamente á fonte .. Se ele não andava pelos corredores, então certamente estaria no gabinete dos seguranças a vigiar os monitores – pensei..
Pus -me a caminho e de repente parece que só ouvia os meus próprios passos e pensamentos..
“chego lá e digo o que ?”
“ então?”
“ Digo – olá tudo bem? Gostaste da sessão matinal? Naoo!!”
“ Não digo – olá chefe energético, pensavas que eu não sabia quem eras?”
“Não! “
“Não!”
“ Isso também não..”
“Sorrio e espero que ele fale primeiro.. pronto é isso..”
“Esta decidido..”
“ e se ele não disser nada ?”
“xit.”
” mas que raio estou eu a fazer ?”
Dou comigo a frente do gabinete .. Tem uma janela enorme mas o vidro daqueles espelhados e só deixa ver de dentro para fora..
Estaco com arrependimento de ultima hora mas agora não podia voltar atrás, provavelmente ele já me viu pelas cameras e pela janela..
Bato a porta e ela abre se logo de seguida :
- Olhe desculpe ,podia passar pela minha loja, acho que tentaram arromab….. Ups.. não era ele..
Um rapaz de vinte e poucos anos com um ar super espantado diz :
- A porta da sua loja?? Quando ?? Esta noite? - Ah não ! ! expliquei me mal.. humm.. eu queria falar com aquele senhor .. o outro senhor.. sabe? - Qual senhor? Minha senhora , somos muitos , mas se me disser o nome dele talvez eu a possa ajudar.. “O nome ? pois. Pois.. mas eu não sei de facto o nome dele.. que cena..”
- Deixe estar , eu falo com o outro senhor depois.. Obrigado na mesma.. Tenha o resto de uma boa tarde..

“Bolas.. ele não estava lá..Mas que raio.. onde se teria enfiado? Ele ia falar comigo ,se não fossem as outras.. tenho a certeza que sim..”

Cheguei a loja , disse olá a minha empregada Ângela e ia directa á parte detrás onde tenho o escritório, quando:

-D. Elisa?
-Sim Ângela, podes ir e leva a dona contigo. . deixa ficar só a Elisa..
- Não é isso.. vieram entregar um envelope para si..
-Para ti, Ângela , para ti.. Aposto que é alguma conta.. bolas.. quem foi? Onde esta?
- Pus ao pé do computador, mas não sei quem era o senhor.. Mas a cara dele não me era estranha..
- Não era o senhor que veio arranjar o frigorifico na semana passada?
- Não.. este é mais novo.. disse que a senhora, desculpa, tu já sabias o que se tratava mas que eu não me podia esquecer de te entregar isso sem falta hoje..
- Eina!!! Veio fazer o serviço a meia dúzia de dias e já quer receber? Raio da crise ..
- Isso não sei.. Ele não disse mais nada.. Posso ir embora?
-Sim claro.. Vai la.. Ate amanha..

Bolas.. Fiquei varada.. Primeiro a busca frustrada do xefe energético e agora o homem do frigorifico a querer receber já.. E ainda por cima não veio o próprio, de certeza que tinha mandado o filho.. “ ohhhhhh já vejo, pode esperar..”

Fiz o fecho da loja, desliguei as luzes e fui então para o escritório para dedicar me meia hora a falar com o meu marido pela net.. Ele esta trabalhar no estrangeiro e falamos todos os dias a mesma hora..

Olhei para o computador e a carta la estava, virada para baixo.. peguei lhe pela pontinha como se tivesse medo que a quantia que la se encontraria dentro me queimasse os dedos e meti a de lado..

Liguei o pc e o meu marido já se encontrava online a minha espera.. Pusemos a conversa em dia, e quase que lhe contei o episodio da manha.. Temos uma relação aberta e liberal, mas ele só gosta de saber dos meus desvarios algum tempo depois..
“para não ficar com o coração apertadinho”.. como ele costuma dizer..

Desliguei o pc enquanto pensava nas saudades que tenho do meu marido e no que iria fazer nessa noite.. tomar banho , jantar , sofá e novela e depois cama.. o de sempre..

Já estava a pegar nas chaves para me ir embora , quando vejo novamente a dita carta..

“Ohhhh, vejo amanha, hoje não me estou para chatear com contas “- pensei..
Mas , antes que ficasse a ruminar no quanto seria a conta toda a noite , peguei nela e :

“Estranho! Um envelope em branco sem remetente só com o meu nome Elisa cuidadosamente escrito de uma forma quase trabalhada!!!”

O meu coração acelerou se.. Decididamente não era conta nenhuma..

Abri o envelope com mil cuidados, não fazia “tic tac” mas o meu intimo adivinhava que algo de explosivo se encontraria lá dentro .. Uma simples folha em branco, com algumas linhas escritas na mesma escrita cuidada do exterior ..
Minha cara e doce Elisa: Tentei falar contigo hoje ao inicio da tarde, mas três das tuas clientes meteram se no meu caminho. Aguardei um tempo mas vi que não estarias disponível para mim tão cedo. Tenho uns assuntos a tratar, mas gostaria de falar contigo ainda hoje. Vem ter comigo as 22h 30m a estrada da Ponte Nova, passas a fonte e duas ou três curvas mais a frente eu estarei lá a tua espera . Confirma que vens com um sms simplesmente a dizer SIM até as 20h.Aguardo te . Beijo te ardentemente Pedro, o teu Chefe Mister E ManP.S .- traz sobremesa, eu levo a bebida.
Li uma , duas e três vezes.. Estaria eu a perceber bem? Ele queria se encontrar comigo , no meio da mata a meio de uma noite de inverno.. E sobremesa?? Humm, um pic nick nocturno.. De facto ele parece que adivinha tudo aquilo que eu gosto..
Olhei para o relógio do tlm e eram 20h13m.. Já passava do tempo que ele tinha dito mas enviei a mensagem a dizer sim a mesma ..
Se fosse tarde demais , eu aproveitaria o passeio nocturno por um dos sítios do pinhal do rei que eu mais gosto e iria ver o mar..
Demorei a decidir o k levar para a sobremesa, pus todas as frutas de parte e agarrei numa caixa de carte d´or de morango.. Não sei porque mas pareceu me bem..
A caminho de casa reparei que estava uma noite com um luar brilhante e lindo..
A noite que eu pensava que seria de sofá e novela, prometia ..
Passava um quarto de hora depois das vinte e duas quando sai de casa. Roupa quentinha que a noite estava linda mas fria de rachar, gelado, guardanapos e colheres, mas também uma grande calma ..
Enquanto tomei banho tinha reflectido nos últimos acontecimentos , e tinha chegado a conclusão que toda a minha ansiedade das ultimas horas se deviam a uma grande curiosidade e muita tesão.. Eu amo o meu marido , mas o tipo de relação que temos permite a cada um de nos envolvermos nos intimamente com outras pessoas sem por em risco a nossa relação.. E isso acalmou me..
A Elisa que ia ter com o chefe energético a noite , era uma Elisa diferente que foi ter com ele de manha..
Cheguei a estrada da Ponte Nova e entrei naquele ziguezaguear devagarinho .. Não estava com pressa.. Passei a Fonte, depois a curvas e la estava , o Ford escort vermelho da manha meio metido para dentro, junto a uma das mesas que por lá abundam, para os pic nicks de verão..
Tu estavas sentado no capo do teu carro, mas quando me viste a chegar levantaste te e aguardaste.. Não sei porque mas tive a sensação que estarias nervoso..
Enquanto paro o carro e travo tiro o cinto e procuro qualquer coisa imaginaria só para me dar tempo de não sei o que.. chegas junto a minha porta mas não a abres..
“ok vamos a isto então”- pensei..
- Miss victoria ´s secret…., subcas32mg…….. Elisa…. Boa noite..
- SENHOR Pedro…, Chefe Mister E Man …….. boa noite..
Olhamos um para o outro e sorrimos..
Mas as palavras custam a sair.. é evidente que estamos os dois envergonhados.. ali . estão somente o Pedro e a Elisa..
Quebrei o gelo e e disse :
- Desculpa mandar te a mensagem depois da hora, mas não abri a carta mais cedo.. pensei que fosse outra coisa.. alias, nunca imaginei qu……
- Não faz mal.. eu escrevi oito horas mas o prazo era oito e um quarto .. depois dessa hora desligaria o tlm caso tivesses respondido ou não..
- Ahahahah , parece que me conheces bem .. mas olha, e seu eu tivesse dito “não”?
- Não dirias ..
- Porque ? poderia ter dito..
- Mas não, não era opção.. só o sim.. lembra te de quem é o senhor ..
Olho para o escort de relance e pergunto a mim mesma se as algemas ainda estariam no mesmo sitio..
- Se tinhas a certeza que eu viria , porque desligaste o tlm ?
- Para não te dar hipótese de ligares a desmarcar ..
- Aahahahah .. – rio com gosto. Ele tinha piada..
- Trouxeste o meu pedido?
Olho para ele com cara de espantada! “pedido?!”
- A sobremesa.. trouxeste a sobremesa? – repetiu ele ..
- Ah sim, trouxe gelado de morango.. gostas?
- É da carte d´or?
“olha , olha.. é fidalgo”
- Sim, claro ..
Sorriste e disseste :
-É o meu preferido.. that´s my girl.. vamos comer isso então.. trouxe lambrusco, não sei se gostas e se combina com o gelado, mas pareceu me bem..
- Lambrusco.. o famoso lambrusco.. também não sei se combina, mas vamos ver então.. se não resultar bem, eu pergunto uma sugestao melhor ao meu mano k ele percebe dessas coisas gastronómicas..
Sentamos nos a mesa os dois do mesmo lado e enquanto comíamos o gelado e bebíamos o espumante a conversa foi fluindo naturalmente.. parecia que nos conhecíamos a muito tempo , brincamos e rimos um com o outro
Nem demos conta do o frio que se sentia nem que o gelado tinha acabado..
- olha acabou – disse eu enquanto lambia a colher..
- não, ainda tens um bocadinho aqui o canto da boca..
Fiz tenções de o limpar mas com uma mão impediste me esse gesto ..
- Deixa.. eu limpo..
Com o dedo indicador tiraste o e ias para o meter na tua boca , mas eu agarrei te na mão e :
- não , esse é meu..
Meti o teu dedo na minha boca e lambi o sempre a olhar para ti..
Mergulhas te o teu dedo na taça a procura de mais um restinho e pintas me a ponta do nariz e depois, lentamente pincelas os meus lábios daquela substância clara e cremosa...num ápice tento m*****-te o dedo
mas consigo apoderar me dele novamente e começo a lambê-lo... lentamente. delicadamente...
em circulos....
e introduzo o na minha boca àvida e sedenta...
hmmm...
retiras o dedo e voltas a buscar um pouco mais de creme na taça
olhas para mim e vês que os meus olhos a muito que tinham mudado de expressão...
já não há réstia de insegurança... só luxúria... desejo... tesão...


começo te a despir a camisa..botão a botão, sem pressas...
olhas para mim e para o meu decote ..
acabo por retirar te a camisa com tanta força que até te rasgo os últimos botões
“ calma Elisa, calma...”
com o dedo sujo de creme pincelo um pouco o teu mamilo esquerdo...
outro bocadinho no direito...
abro um sorriso rasgado e a minha língua salta cá para fora toda contente
começo por te beijar o meio do peito...
depois até ao mamilo esquerdo...
beijo suavemente... toco lhe ao de leve com a língua...
o meu hálito quente provoca te arrepios por todo o corpo...
hmmmm....que bommmmm
e chupo tos…
Olho para ti e o som dos teus gemidos já estavam a produzir algum efeito nos meus lábios (inferiores)...
sem qualquer pressa, dirijo-me ao mamilo direito e repito a mesma acção, com a mesma intensidade...
as minhas mãos percorrem as tuas costas e a ponta das minhas unhas provocam te arrepios e aflora- te ainda mais a tua tesão...
dou te mordidinhas muito levezinhas
volto à taça do gelado e faço um risco do peito até ao abdómen e umbigo..
e desço um pouco mais .. a minha língua marota não para..
não desperdiço nem um pouquinho...
o doce do gelado combinado com o sal da tua pele torna que nada no mundo seja capaz de me fazer parar agora...-é bom?- Perguntas tu..
-gostas?
- adoro fofinho..
E continuo o meu delicioso percurso até ao umbigo...
Enquanto isso, desapertas te as calças pois o volume crescente ameaça rasgar as costuras..
já com as calças pelo joelho, pegas na taça para a derradeira "prova oral"...
mas eis que, não restou nem uma gota!!!!! E agora???
Esqueço o gelado.. nao preciso dele para saborear o membro volumoso que tenho a frente e que me parece delicioso, mesmo sem nada..
ajoelho me a tua frente e começo a percorrer com a lingua a tua virilha esquerda, deixando um rasto de saliva quente .. devagarinho, bem devagar ..
poes as maos na minha cabeça e fazes me festas no cabelo
e isso deixa me muito agradada.. a minha lingua chega ate ao meio da tua barriga e eu dou te uma mordidela, k nao te magoa mas excita.. pego com uma mao o teu membro aperto o um bocadinho.. so um bocadinho, antes de lhe lamber a ponta muitooooooooo suavemente..
passo a lingua em toda a volta... mas so mesmo na ponta..
sem largar o teu penis, volto a tua barriga e dou te mais uma mordidinha no mesmo sitio.. desta vez com mais força.. mas sem magoar e a lingua recomeça logo de seguida o caminho interrompido desta vez em forma descendente , ate aos teus testículos..
lambo os
e lambo os novamente , e outra vez..
E de repente paro..
-Hummmmm..não pares, por favor, estava a ser tão boooooommm... Há tanto tempo que não me fazem um oral tão delicioso... please? Pretty please with sugar on top.“eheheheh “- penso eu toda contente ..
lambo os teus testiculos mas nao resisto e meto um na boca.. sugo bem suavemnte de maneira a k sintas so prazer.. faço o mesmo ao outro, e depois aos dois ao mesmo tempo.. ouço te a gemer.. bem baixinho
depois, volto a minha atençao totalmente ao teu membro.. ele esta duro e kente .. sinto uma veia a palpitar na minha mao.. apesar de ja so kerer chupa lo, contenho me e volto a lamber..
Lambo a ponta do teu membro.. tu suspiras de prazer e logo a seguir eu meto a na minha boca e começo a mamar (é o termo mais correcto) , mas so mesmo na cabecinha..
depois, começo a "engoli lo" , cm a cm.. tu com as maos ainda na minha cabeça empurra la contra ti mas sem fazer muita pressao.. ate ele entrar quase todo.. sentes o calor da minha boca e a humidade de dentro dela em volta do teu majestoso pau
e começo aquele vai e vem delicioso.. enquanto ele sai e entra , eu vou chupando e mamando com desejo e tesao, rapido ate ficar cansada.. abrando de vez em kuando para descansar mas mesmo nessa altura sentes sempre a minha lingua a lambe lo.. todooooo.. como se de um gelado cremoso se trata se... ocasionalmente volto a brincar com os teus testiculos..
quase a chegares ao clímax tiras mo da boca e ergue me pelos braços e fazes o que queres há muito...
beijas a minha boca gulosa, ainda com o teu sabor...
as nossa línguas entrelaçam-se num frenesim intempestivo...
as tuas mão percorrem todo o meu corpo...
as minhas costas...
os meus seios...
o meu rabo...
as minhas virilhas...
todo o meu corpo anseia por .... ti..
retiras o meu top em meio segundo...
debates te com o fecho do soutian pois tens as mão suadas...
massaja-os suavemente
sinto me a corar
acariciando me os mamilos...
começas por beijar-me o pescoço...
brincas com a tua língua no lóbulo da minha orelha...
ouço o arfar da minha respiração..
com o arfar da tua respiraçao tao perto da minha orelha fazes me arrepiar..
começas a beijar o meu peito... lentamente
e a lamber os meus mamilos já firmes e hirtos
em círculos... devagar...
depois meto -los todos na tua boca
e tu arrepias-me uma vez mais por sentir os pelos da tua barba na pele dos meus seios... mas é bom..
mesmo dentro da tua boca, continuas a brincar com a tua língua...
enquanto a tua mão marota procura um sítio escuro e húmido para brincar ;)
está quente...
bem no meio das minhas pernas sentes uma humidade fora do normal...
retiras os botões e vislumbras pela 1ª vez a minha cuequinha,..
agora ajoelhas te tu a minha frente..
beijas-me... devagar...
mmmmmmm
com a ponta da tua língua apalpas o terreno...
depois com os dedos sentes o calor que emano do meu ventre...
ergues-me novamente e sentas me em cima da mesa.
Retiras por completo as minhas calças e a minha cuequinha
abro as pernas e apoio as no banco..
olhas me..
começas a beijar a minha perna...
a coxa...
roças os teus pelos faciais pelas minhas virilhas depiladas...
mesmo como tu gostas ..
gemo de prazer..
beijas –me..
... lambes-me...
mmmmmmmmmmmmmmmmm k bommmmmm, sinto me no céu..
e por entre chupadinhas e linguadinhas, inseres um dedo na minha gruta rugosa
os meus gemidos dizem te que gosto e peço te para pores mais um:
-"hummmmm poe maiss um .. por fazvormmmmm"
brincas com a tua língua no meu clitóris , massajando-o em círculos...
enquanto os teus dedos exploram o meu interior...
encontras o meu ponto G!!!!
“uiiiiiii , vais me fazer vir num instantinho” – digo te eu com a voz rouca ..
UUUuuuuiiiii... é o delírio!!!
hummmmmmmmm ..
os gemidos transformam-se em gritos
e tu não paras... por nada deste mundo
olhas para mim, estou corada, com os olhos revirados e acaricio os meus seios...
grito, gemo, mordo o lábio, lambo o..

Que orgasmo bom que me proporcionas te .. delicioso.. todo o meu corpo treme.. de prazer..

beijas me na boca..
beijas me uma vez mais e provo o meu próprio sabor...
é doce... é bom
mmmmmmmm k beijo bommm
enquanto estou entregue as delicias dakele beijo,
metes mo logo na minha gruta ainda palpitante...
gemo bem alto de prazer inesperado..
enterra lo todooooo,
de uma vez só..
taooooooo bommmmm
o calor do meu interior enlouquece-te
aproveito para te dar umas palmadinhas também no teu rabisque .. e tu gostas !!
num vai e vem ritmado, aproveitas para me apalpares os seios novamente..as minhas mãos percorrem o teu corpo e com as minhas unhas arranho te nas costas de cima abaixo..
volto a acariciar o meu grelinho ... e gemo.... gemo...
enquanto me penetras eu masturbo me e volto a perder me num intenso orgasmo..
e grito te : nao pares.. faz me virrrr
sentes novamente a minha vulva pulsante...e por instantes , quase que também atinges o orgasmo...
mas eu mando te sair de cima de mim e ajoelho me novamente à tua frente e digo te :
- da me o teu nectar.. quero bebe lo todo....
e eu chupo te o teu penis com uma vontade enorme , cheia de tesao..
deixo de chupar e passo a mamar, pois é assim mesmo k eu gosto de fazer e tu começas a ficar fora de ti e acaricias me os cabelos...
gemes cada vez mais alto...
mais alto...
gritas...
hummmmm tao bom sentir as tuas maos no meu cabelo
avisas me :- estou QUASSSSSEEEEE!!!!
e eu digo :- vem te para mim!!
O teu sémen jorra com uma pujança estrondosa!!!
Mas eu nao paro.. continuo sempre..
engulo o e lambo o e continuo a lamber ate nao restar nenhum
e depois sorrio para ti
- uuuuhhh h tão bom... dizes tu com a voz rouca e mal consegues ter os olhos abertos...
Ergo me para te beijar... e as nossas bocas ficam coladas por minutos a fio...

Quando começamos a ter frio vestimos nos.. Foi uma sorte não ter passado nenhum carro durante aquele tempo..
Arrumamos as coisas e já é tarde.. despedimos nos mas ambos combinamos tomar café a hora do almoço no dia seguinte e cada um segue no seu carro..
Chego a casa e encho a banheira..mergulho na agua quentinha e fico tempos infinitos a recordar todas as horas daquele dia.. foi um dia mesmo em cheio..

Na manha seguinte a Ângela elogia a minha boa disposição , mas eu enfio me no computador e escrevo um e mail para a minha amiga Xana.. Devia de estar preocupada comigo e com a minha falta de noticias..
Faço lhe um relato detalhado do dia anterior e convido a para jantar comigo nessa noite em minha casa, pois hoje não terei tempo de falar com ela a hora do almoço como é nosso habito..
A manha passou rapido, como uma peça de fruta pois a fome não era nenhuma e vou tomar café.. como ainda não tinhas chegado , sento me numa mesa sozinha e aguardo..
Chegas pouco depois e sentas te ao pe de mim..
Enquanto esperamos pelos cafés, não falamos eu olho para ti e pergunto me o que se passará pela tua mente.. Mas não consigo descortinar nada..
mexo o café :
-Olha Pedro, tenho uma coisa a propor te ..
Não dizes nada , estas muito calado e isso inquieta me .. mas decido avançar..
- Gostava de ser a tua SENHORA da próxima vez..
Continuas calado.. “Pronto Elisa, já foste” penso com o meu botão das calças pois era o único que tinha.

- Se quiseres, claro..
Digo novamente.. Aquele silencio dele estava me a deixar nervosa..
- Quando?
Perguntas tu , finalmente..
-Quando quiseres..
- Esta bem..
- Estas bem? Passa se alguma coisa?
- Estou cansado..
Soou me a desculpa esfarrapada mas, não quis ser chata.. afinal, não somos assim tao íntimos para ele desabafar seja o que for comigo.. Mas fiquei triste, sei ser uma boa ouvinte .. Acho eu..

Nessa noite a Xana chegou linda como sempre, cabelos escuros ondulados , elegante e.. linda.. como sempre..
Jantamos em clima descontraído, falando de vários assuntos sem tocar mos o temas que nos estava a queimar as línguas.. depois da cozinha arrumada fomos para a sala e recostamos nos as duas no sofá em frente a lareira acesa e eu não aguentei mais:

- Amiga, ontem tive um dia de loucos ..
- Eu sei, eu sei.. pela tua ausência e pelo teu mail .. deu para ver sim..
- Pois, mas olha.. já me conheces, certo? Quando acabo de realizar uma fantasia , ganho logo outra..
- Ahahahah Elisa, Elisa …. O que tu andas prai a magicar..
- Bem, lembras te de me falares tu que gostavas de estar comigo e com…..
-Com….?
-Com mais um homem, e fazer dele nosso objecto de prazer.. ok , ok .. esta ultima parte é minha mas tipo.. juntar mos o agradável ao agradável eheheh
- Agrada me..

Despedimos nos com um ardente beijo na boca e com os espíritos a anteciparem as horas de prazer luxuriante que iríamos ter.. Nós e o chefe..

O Pedro continuou a ir beber café comigo de vez em quando, mas nem por uma vez perguntou pela proposta que eu lhe tinha feito.. Tambem não lhe falei nela para não dar abertura a que desisti se.. eu fui levando a vida na pacatez anterior ao ter entrado no chat de s&m.. Se calhar era por la que o fardinhas andava, distraído com proxima conquista..
Isso não me incomodava, ele era livre de fazer o que queria, assim como eu e estávamos a construir uma relação de amizade e isso é que era realmente importante..

- Pedro, lembras- te daquela proposta que te fiz?
- Sim , claro.. como me poderia esquecer?
- Esta aqui neste papel a minha morada e o dia e a hora que te quero lá..
(eu a dar uma de durona)
- Esta bem.. a menina manda.
- Sim, desta vez é a minha vez de mandar..
-Posso só pedir uma coisa?
- Depende.. diz la..
- Não me marques muito, esta bem?
- Esta descansado, eu costumo cuidar muito bem dos meus brinquedos.
Sorrimos um para o outro e eu ainda lhe disse que ate aquele dia e aquela hora iria imperar o silencio entre nos..
Bolas, que ideia mais estúpida que eu tive.. ainda faltavam alguns dias e ao segundo já andava a sentir a falta dele.. Peguei várias vezes no telemóvel para lhe ligar ou mandar um simples beijo escrito mas , consegui conter me e fui me distraindo com outras coisas.. mas.. que andaria ele a fazer, e a pensar durante este tempo?
Chegou o dia e a hora.. pontualmente tocas a minha campainha ..
(lindo menino, será que esteve a fazer tempo aqui perto?)
Abro te a porta e ao veres me só de roupão entras e beijas me longamente..
“hummm que bom”
Tento abstrair me de muitos pensamentos, eu tinha um plano traçado e se começa se a pensar muito não iria fazer nada do previsto..
Conduzo te ate a sala e fazes tenções de falar, não sei o que irias dizer pois calo te com um beijo e digo te baixinho:
- xiuuuuu, não digas nada.. hoje és meu, não podes falar .. ou melhor se em algum momento quiseres desistir e parar a tua palavra de segurança é melão.. basta dize la e eu paro tudo.. esta bem?
Anuíste com a cabeça sem proferir nada.. Muito bem, o chefe energético tinha percebido.. naquele momento era só meu.. ou não.
Em frente a lareira acesa eu já tinha posto uma cadeira robusta com uma manta por cima .. Deves de ter reparado logo nela pois ficaste por um instante a olhar para ela ..
Como musica de fundo ouvia se Sade naquele momento, de seguida iria se ouvir jay sean, craven e por ai fora..
Com mão, guio a tua cabeça para mim para te chamar a atenção e começamos a dançar lentamente enquanto nos beijamos .. As nossas mãos iam percorrendo o corpo um do outro, e eu começo te a despir . . Queres despir me também mas abano a cabeça e tu paras ..
Ao desapertar te a camisa, botão a botão como é meu habito vou te beijando a pele muito suavemente.. entretanto ficas sem calças também..
Assim despido , antevejo na tua expressão marota que pensas que te vou presentear com sexo oral mas enganas te..
Indico te a cadeira para te sentares e tu assim fazes..
Sentas te, e eu sento me em ti, no teu colo e virada para ti .. pegas nas minhas nádegas e aperta las com força e desejo.. chegas me a ti e eu deixo me ir..
Inclino a cabeça para trás e aproveitas para beijares os meus seios como já o fizeste antes deixando me igualmente arrepiada de prazer ..
Gemo baixinho deliciada..
Encosto me a ti e enquanto simulo os movimentos próprios de uma pseuda penetração, aproveito para meter os teus braços em cada braço da cadeira e prende los a eles com a algemas que estavam escondidas debaixo da manta..
Ao sentires te preso ficas muito surpreendido mas agora é tarde demais ..
-Pedro, confias em mim?
Fazes que sim com a cabeça e eu sorrio para ti cheia de ternura e malandrice..
“dava tudo para saber o que lhe estará a passar pela cabeça neste momento”
Tiro o lenço que estava a fazer de cinto ao meu robe de seda, e vendo te os olhos.. ficas muito quieto..
Beijo te..
Saio do teu colo e pisco o olho a Xana que se foi aproximando por detrás de ti , silenciosa que nem um ratinho.. a musica e o som da lenha a arder abafam qualquer som mais indiscreto que ela possa fazer..
Afasto me .. ela chega se ao pe de ti e passa te as mãos pelo corpo.. slowly..
Não das pela diferença , ou pelo menos não das mostras disso.. também, nas horas anteriores tomamos banho juntas (nem queiras saber) e usamos rigorosamente os mesmos produtos e perfume..
Ela beija te .. Fazes cara de surpreendido .. um beijo não engana .. vais para falar mas deves te ter lembrado da regra e nada dizes..
A parte assisto a cena , e sinto me bastante excitada com o que vejo..
A Xana senta se ao teu colo também.. agora ficas com a certeza que há outra mulher pois ela é mais leve que eu.. mas não te fazes rogado e beija lhes e lambe lhe os seios com avidez.. chego me por detrás de ti e acaricio te uma orelha, o pescoço …de um lado,a minha amiga faz o mesmo mas do outro lado..
Como te sentiras agora.. hummmmm. Quem me dera saber..
Nos as duas , como se de uma equipa se trata se beijamos te e lambemos te todo.. não me lembro de como te tiramos os boxers e tu sentado mas eles desapareceram..
O teu membro da mostras de querer rebentar, de tão grosso e duro que esta..
Tiro te a venda e ficas pasmo a olhar para nós as duas paradas a tua frente.
- Chefe energético, feche a boca.. apresento lhe a minha amiga Xana..
Levo o dedo indicador aos meus lábios a lembrar o silencio a que estava imposto..
Fechas a boca e engoles em seco..
Como forma de cumprimento a Xana dá te um valente beijo na boca deixando te sem fôlego e depois diz te baixinho ao ouvido
- Prazer em conhece lo..
Nota se que estas completamente k.o…
Nós a s duas começamos nos a acariciar bem na tua frente , por momentos é como se nem ali estivesses..
Beijo a.. tem os lábios macios e doces como o mel, desço e beijo lhe o pescoço enquanto ela olha para ti..
A minha língua vai brincando com um mamilo dela, delicioso por sinal, e vamos rodopiando ate chegarmos bem juntinho de ti.. mas como estas preso so podes olhar..
Tão perto e tao longe.. continuo a explorar o corpo da minha amiga e vou descendo, descendo…
Inclinando se sobre ti de maneira a segurar se na cadeira por cima dos teus ombros , ela da te acesso a que proves uma vez mais os seus seios.. não te fazes de rogado e chupa los cheio de vontade..
Deito a em frente a lareira e em frente a ti e enrolamos nos as duas em beijos e abraços , as nossas pernas cruzam se , os nossos sexos tocam se e nos sentimos nos hiper excitadas por nos estares a ver muito atentamente ..
Fico por cima dela e de sem aguentar mais deixo as cerimonias de lado e vou direitinha a vagina dela.. lambo a suavemente , com meiguice.. introduzo um dedo dentro dela, tiro o e meto o na minha boca saboreando languidamente o sabor doce enquanto olho para ti e vejo te uma vez mais a engolir em seco.. Faço vir a minha amiga e depois dela ter recuperado o fôlego, levantamos nos ..
-Xana, vamos brincar com o nosso brinquedo?
-Sim Elisa..
Sem te desprender mos começas a receber as mais variadas carícias em dose dupla .. Entramos quase m competição para ver quem mais te deixaria coberto de saliva ..
Se ela te lambia os mamilos fazendo te gemer baixinho, eu lambia te os testículos ..
Enquanto eu mamava o teu membro , ela dava te mordidinhas no pescoço e dava te a possibilidade de lhes chupares as mamas..
Chupamos intensamente o teu pénis em simultâneo, brincamos com ele ate nos dar a vontade louca de o sentir dentro de nos..
Voltei a sentar me ao teu colo, mas desta vez contigo dentro de mim, e assim que sentiste a tua mão direita solta , das me uma valente palmada na nádega que foi o ingrediente que estava a faltar para eu me vir toda em cima de ti..Trocamos desta vez era a Xana que te montava freneticamente quando te soltei a outra mão..
Imediatamente seguraste a pelas nádegas , ajudando a subir e a descer .. a subir e a descer.. ela veio se com um estrondoso SIMMMMMM e sinceramente pensei te estavas a vir também.. todo o teu corpo tremia, juntamente com o dela..
Ao ver que não, pus me de quatro no chão e passei te sinal como que a dizer “vem”..
Chegas te por detrás de mim e não foste nada meigo.. enterraste o todo de uma so vez, ate bem ao fundo.. gritei de dor , mas eu gostei dessa dor.. repetiste novamente .. deixas te me louca de tesão ao agarrares me nos meus braços e os prendeste nas minhas costas.. serviste te deles para tomares o balanço necessário para me foderes com toda a força.. como sabias que eu gostava.. gritei ao vir me ..nao foi novidade para nenhum dos dois a minha explosão de prazer
A malandra da Xana foi se meter por debaixo de mim, e assim tu pudeste alternar entre a minha vagina e a dela.. metias ora numa ,ora na outra..
Nos iamos beijando como loucas .. a loucura tomou conta dos três ..

AAAAAAAaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh foi o teu prazer final..

Caíste sobre nos , aconchegamos nos e descansamos ao som da lenha a crepitar, pois os cds a muito que se tinham esgotado..
Escrito por Elisa Pereira

1 comentário:

  1. Loja online especialista na melhor selecção de lingerie sofisticada, sexy e sensual. Uma invasão de charme, glamour e sedução.
    http://www.soparaela.net/

    ResponderEliminar